Observatório da Mobilidade Urbana da UFSC realiza seminário para discutir mobilidade na região da Universidade

19/09/2016 12:40

No dia 21 de setembro, o Observatório da Mobilidade Urbana da UFSC irá promover o Seminário Mobilidade Urbana na UFSC e no seu Entorno – Situação Atual e Alternativas de Melhorias, para debater a mobilidade urbana no Campus da Trindade da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e nas regiões adjacentes. O evento ocorre na véspera do Dia Mundial Sem Carro e aproveita a oportunidade para abordar e debater a acessibilidade em uma das regiões de maior fluxo de pessoas de Florianópolis.

Neste seminário, serão debatidas questões relacionadas à implantação do BRT em Florianópolis e as oportunidades para a UFSC e seu entorno. Além disso, o Observatório apresentará algumas análises e propostas de ajustes relacionadas às mudanças na infraestrutura e na operação do transporte coletivo na região.Também serão discutidas questões relacionadas à implantação de ciclovias, melhorias em calçadas, estacionamentos e ao incentivo à redução de viagens individuais motorizadas.

“Quando a UFSC foi construída, imaginava-se que ficaria isolada da cidade, mas não foi isso que aconteceu. Na década de 80, o trânsito intensificou tanto que foi proibido o acesso de veículos nas vias internas da universidade, aumentando o tráfego periférico e evidenciando os problemas de mobilidade na região. Desde então, nada mais foi feito para modificar a situação”, explica Roberto de Oliveira, professor do curso de Engenharia Civil da UFSC e membro do Observatório.

Oliveira ressalta que o campus da Trindade foi construído com base na circulação de veículos motorizados e no modelo norte americano de universidades. Porém, diferente do que acontece nos Estados Unidos, na UFSC não foram incorporadas as moradias estudantis, gerando um deslocamento diário de estudantes. Além disso, falta dar prioridade ao pedestre, a quem, segundo Roberto, é destinado apenas o espaço viário que sobra no plano geral do Campus.

“Para resolver o problema de mobilidade urbana na UFSC precisamos redividir o espaço público respeitando a ordem de prioridade: primeiro o pedestre, seguido do ciclista, do transporte coletivo e do transporte individual. Só assim será possível que todos consigam circular pela universidade e que as atividades que acontecem ali continuem funcionando normalmente“, complementa Dora Maria Orth, professora do curso de Engenharia Civil da UFSC e membro do Observatório.

Duplicação da Edu Vieira

Um dos temas do evento será o projeto de ampliação da Rua Deputado Antônio Edu Viera. Durante o seminário, a equipe do Observatório irá apresentar cenários que estão sendo avaliados em função da ampliação da via, evidenciando os impactos diretos e indiretos da obra no entorno do Campus Trindade, com foco nos benefícios para o transporte coletivo público. Neste trecho, além de duas faixas para tráfeConvite Seminario UFSC - Corrigido 140901go misto, será construído um corredor exclusivo de ônibus, ciclovias e calçadas.

O Seminário Mobilidade Urbana na UFSC e no seu Entorno – Situação Atual e Alternativas de Melhorias será realizado no Auditório Teixeirão, do departamento de Engenharia Elétrica da UFSC, dia 21 de setembro, quarta feira, a partir das 18:30. Não é necessária inscrição prévia para participar.

Canais do Observatório da Mobilidade Urbana da UFSC

Assessoria de Comunicação: 48 3233-6415
Email: observatoriomobilidade@gmail.com
www.observatoriodamobilidadeurbana.ufsc.br
www.facebook.com/observatoriodamobilidade
www.twitter.com/mobilidadeufsc
www.flickr.com/observatoriodamobilidade

Palestras e debate sobre mobilidade metropolitana

12/07/2016 15:50


O Observatório da Mobilidade da UFSC
 está realizando palestras, ministradas por dois professores portugueses, do Instituto Superior Técnico de Lisboa (IST), Fernando Nunes da Silva e Jorge Gonçalves. No evento serão expostos temas de pesquisa e experiências práticas de ambos na busca de soluções para a mobilidade urbana em âmbito metropolitano, a partir de suas vivências em Portugal. Após as apresentações, haverá um debate sobre os desafios e possíveis soluções para o planejamento e a gestão integrada da Mobilidade Urbana na região da Grande Florianópolis. O evento será nesta quarta-feira, 13 de julho, às 14h, no auditório do Curso de Arquitetura e Urbanismo.

 

Informações: observatoriomobilidade@gmail.com.

www.facebook.com/observatoriodamobilidade
www.twitter.com/mobilidadeufsc
www.flickr.com/observatoriodamobilidade 

Observatório da Mobilidade Urbana da UFSC realiza seminário nesta quinta-feira

29/06/2016 23:06

Seminário de Alinhamento Técnico NeoTransNo dia 30 de junho, quinta-feira, o Observatório da Mobilidade Urbana da UFSC irá realizar o Seminário de Alinhamento Técnico do Projeto NeoTrans. O NeoTrans está sendo desenvolvido em convênio com a Superintendência de Desenvolvimento da Região Metropolitana da Grande Florianópolis (SUDERF) e seus resultados deverão orientar a montagem do processo de concessão do transporte coletivo metropolitano.

– “O objetivo do seminário é alinhar os entendimentos do que está sendo pensado e produzido no Projeto NeoTrans”, diz Célio Sztoltz, pesquisador associado do Observatório.

Desde maio, pesquisadores do projeto estão nas ruas realizando entrevistas e contagens relacionadas ao transporte coletivo e à circulação de pedestres e ciclistas. O objetivo das pesquisas é compreender melhor a movimentação dos diversos agentes da mobilidade urbana e criar uma base de dados para orientar a reestruturação das linhas de ônibus da Grande Florianópolis.

Durante o seminário, serão apresentados e debatidos as propostas e os resultados parciais das pesquisas, além de temas como o aprofundamento da análise dos dados da pesquisa de origem e destinos da Região Metropolitana de Florianópolis; a demanda por viagens no entorno das estações na BR-282 (Via Expressa) e BR-101; o corredor do Anel Viário Central e estações na área da UFSC; e a integração dos serviços metropolitanos no centro de Florianópolis.

O seminário será às 16h, na sala Hassis, no Bloco B do Centro de Comunicação e Expressão (CCE), no Campus Trindade da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). O evento é gratuito e aberto ao público.

Canais do Observatório da Mobilidade Urbana da UFSC:
www.facebook.com/observatoriodamobilidade
www.twitter.com/mobilidadeufsc
www.flickr.com/observatoriodamobilidade
observatoriomobilidade@gmail.com

Observatório da Mobilidade Urbana da UFSC será lançado oficialmente durante Seminário

12/05/2016 21:34

No dia 16 de maio, será o lançamento oficial do Observatório da Mobilidade Urbana da UFSC. Durante o evento, estarão presentes representantes das prefeituras da Região Metropolitana da Grande Florianópolis (RMF) e da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), além de membros da Superintendência de Desenvolvimento da Região Metropolitana da Grande Florianópolis (SUDERF), do Instituto de Planejamento Urbano de Florianópolis (IPUF) e da Federação das Associações de Moradores de Santa Catarina (FAMESC).

“O Observatório nasceu para contribuir com políticas públicas na área de mobilidade urbana, através da promoção de estudos, pesquisas, debates e da elaboração de projetos sobre o tema. Nosso objetivo é promover melhores práticas em mobilidade urbana ao interagirmos com a sociedade civil, gestores públicos nos três níveis de governo, institutos e grupos de pesquisa, e organizações não governamentais”, afirma Werner Kraus, professor do Departamento de Automação e Sistemas [DAS-UFSC] e coordenador do Observatório.

O lançamento será seguido do Seminário “NeoTrans – Integração Metropolitana do Transporte Coletivo: Oportunidades e Desafios na Grande Florianópolis”, com programação que inclui apresentações e debate sobre Transporte Aquaviário. As atividades se estendem durante o dia seguinte com oficinas de trabalho sobre a nova rede de transporte público coletivo, sua gestão e remuneração. As propostas do NeoTrans serão formuladas a partir das diretrizes gerais recomendadas pelo PLAMUS – Plano de Mobilidade Urbana Sustentável da Grande Florianópolis.

O NeoTrans é um projeto criado para elaborar uma nova estrutura de transporte coletivo para a RMF, além de projetar corredores exclusivos para BRT (Bus Rapid Transit). “O NeoTrans está sendo desenvolvido em convênio com a SUDERF e seus resultados deverão orientar a montagem do processo de concessão do transporte coletivo metropolitano”, complementa Werner Kraus.

 

SEMINÁRIO NeoTrans

INTEGRAÇÃO METROPOLITANA DO TRANSPORTE COLETIVO

Oportunidades e Desafios na Grande Florianópolis

Programação:

16 de maio de 2016 – Segunda-feira

17:00 – 18:00  –  Lançamento do Observatório de Mobilidade Urbana UFSC

19:00 – 21:30  –  Apresentações e Debate – Transporte Terrestre e Aquaviário

17 de maio de 2016 – Terça-feira

14:00 – 16:00  –  Oficina de Trabalho Parte I – Nova Rede de Transporte Coletivo Metropolitano

16:00 – 16:15  –  Intervalo

16:15 – 18:00  –  Oficina de Trabalho Parte II – Gestão e Remuneração do Sistema

Inscrições gratuitas: www.goo.gl/bKDkD8

 

Perguntas frequentes [FAQ]

1– Qual a missão do Observatório da Mobilidade Urbana UFSC?

Observatório da Mobilidade Urbana da UFSC é uma entidade aberta à participação de professores, técnicos e estudantes interessados em temas relacionados à mobilidade. O Observatório surgiu a partir do envolvimento de equipe da UFSC no projeto PLAMUS, desenvolvido em 2014/2015, cujos resultados geraram diagnósticos e diretrizes sobre a estrutura da mobilidade na região metropolitana da Grande Florianópolis (RMF).

Assim, a primeira missão do Observatório é acompanhar a evolução das políticas públicas na RMF (Região Metropolitana de Florianópolis) na área de mobilidade, à luz do acervo de resultados do PLAMUS.  Porém, tal compromisso implica em uma missão maior: a promoção e atualização de estudos/pesquisas, debates e projetos sobre o tema da mobilidade urbana, com visão abrangente e referenciada nas melhores experiências locais, nacionais e mundiais no setor.

2- Com quem ele interage?

O Observatório interage com entidades da sociedade civil, gestores públicos nos três níveis de governo, institutos e grupos de pesquisa, e organizações não governamentais de promoção de melhores práticas em mobilidade urbana.

3- Há ações práticas em vista?

As ações ora em desenvolvimento são a manutenção do acervo do PLAMUS no que se refere ao modelo computacional dos sistemas de mobilidade da RMF e a execução do projeto NeoTrans, além da promoção de eventos para participação social na questão da mobilidade.

4– O que é o projeto NeoTrans? 

O projeto NeoTrans organiza-se a partir do desenvolvimento de uma nova estrutura de transporte coletivo para a RMF e da concepção de corredores exclusivos para ônibus com tratamento de nível – BRT (Bus Rapit Transit). O sistema BRT é composto por estações com plataformas elevadas e pagamento antecipado, veículos mais modernos e espaçosos e operação com rede alimentadora dos corredores. Planejamos o uso de novos corredores na região continental bem como o corredor do Anel Viário Central projetado pela Prefeitura Municipal de Florianópolis.

O NeoTrans está sendo desenvolvido em convênio com a Superintendência de Desenvolvimento da Região Metropolitana de Florianópolis (SUDERF), e seus resultados deverão orientar a montagem do processo de concessão do transporte coletivo metropolitano.

Canais:
www.facebook.com/observatoriodamobilidade
www.twitter.com/mobilidadeufsc
www.flickr.com/observatoriodamobilidade
www.youtube.com/channel/UCLyXcO9UrVmge5DHvgcmD9Q
observatoriomobilidade@gmail.com