Observatório da Mobilidade Urbana | UFSC
  • Observatório da Mobilidade Urbana da UFSC realiza seminário nesta quinta-feira

    Publicado em 29/06/2016 às 23:06

    Seminário de Alinhamento Técnico NeoTransNo dia 30 de junho, quinta-feira, o Observatório da Mobilidade Urbana da UFSC irá realizar o Seminário de Alinhamento Técnico do Projeto NeoTrans. O NeoTrans está sendo desenvolvido em convênio com a Superintendência de Desenvolvimento da Região Metropolitana da Grande Florianópolis (SUDERF) e seus resultados deverão orientar a montagem do processo de concessão do transporte coletivo metropolitano.

    – “O objetivo do seminário é alinhar os entendimentos do que está sendo pensado e produzido no Projeto NeoTrans”, diz Célio Sztoltz, pesquisador associado do Observatório.

    Desde maio, pesquisadores do projeto estão nas ruas realizando entrevistas e contagens relacionadas ao transporte coletivo e à circulação de pedestres e ciclistas. O objetivo das pesquisas é compreender melhor a movimentação dos diversos agentes da mobilidade urbana e criar uma base de dados para orientar a reestruturação das linhas de ônibus da Grande Florianópolis.

    Durante o seminário, serão apresentados e debatidos as propostas e os resultados parciais das pesquisas, além de temas como o aprofundamento da análise dos dados da pesquisa de origem e destinos da Região Metropolitana de Florianópolis; a demanda por viagens no entorno das estações na BR-282 (Via Expressa) e BR-101; o corredor do Anel Viário Central e estações na área da UFSC; e a integração dos serviços metropolitanos no centro de Florianópolis.

    O seminário será às 16h, na sala Hassis, no Bloco B do Centro de Comunicação e Expressão (CCE), no Campus Trindade da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). O evento é gratuito e aberto ao público.

    Canais do Observatório da Mobilidade Urbana da UFSC:
    www.facebook.com/observatoriodamobilidade
    www.twitter.com/mobilidadeufsc
    www.flickr.com/observatoriodamobilidade
    observatoriomobilidade@gmail.com


  • Observatório da Mobilidade Urbana realiza levantamentos no TICEN

    Publicado em 09/06/2016 às 17:11
    As atividades fazem parte dos levantamentos que embasarão o NeoTrans.

    As atividades fazem parte dos levantamentos que embasarão o NeoTrans – um projeto do Observatório com foco no transporte coletivo.

    Nesta terça-feira, 7 de junho, cerca de 20 pesquisadores do Observatório da Mobilidade Urbana da UFSC estiveram no Terminal de Integração do Centro (TICEN) para entrevistar usuários do transporte intermunicipal. O objetivo da pesquisa é criar uma base de dados para orientar a reestruturação das linhas de ônibus que ligam os municípios da região continental a Florianópolis.

    As entrevistas seguem na quarta-feira e na quinta-feira serão realizadas no Terminal Cidade de Florianópolis, onde também operam algumas linhas intermunicipais. Ao todo devem ser realizadas cerca de 2 mil entrevistas registradas através de questionários.

    “Queremos descobrir quais são as linhas mais usadas por aqueles que vêm dos municípios do continente, com conexão complementar no TICEN, e para onde vão aqueles que de lá seguem a pé”, diz Célio Sztoltz, pesquisador associado do Observatório.

    Com os resultados será possível avaliar as necessidades de criar novas linhas ou de rever linhas existentes, além de se mapear os trajetos dos que caminham e ser quantificada a distância que percorrem.

    Pesquisa na UFSC

    Desde a última semana, o Observatório vem realizando entrevistas e contagens na região do entorno da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). As atividades fazem parte dos levantamentos que embasarão o NeoTrans – um projeto do Observatório da Mobilidade Urbana que tem a missão de elaborar uma nova estrutura de transporte coletivo para a Grande Florianópolis. Além de projetar corredores exclusivos para o novo sistema BRT (Bus Rapid Transit) que será implantado na Região Metropolitana.

    Canais do Observatório da Mobilidade Urbana da UFSC:
    www.facebook.com/observatoriodamobilidade
    www.twitter.com/mobilidadeufsc
    www.flickr.com/observatoriodamobilidade
    observatoriomobilidade@gmail.com


  • Pesquisa inédita de mobilidade urbana é realizada na UFSC

    Publicado em 03/06/2016 às 3:51
    Pesquisadores estão distribuídos em diferentes pontos do entrono do campus, realizando levantamentos de dados sobre a mobilidade da região. [imagens: divulgação]

    Pesquisadores estão distribuídos em diferentes pontos do entorno do campus, realizando levantamentos de dados sobre a mobilidade da região. [imagens: divulgação]

    Até o fim de junho, pesquisadores estarão espalhados pelo campus da Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC, na Trindade, para realizar um levantamento inédito de mobilidade urbana na região. A ação teve início em 17 de maio e é uma parceria do Observatório da Mobilidade Urbana da UFSC com o Departamento de Projetos de Arquitetura e Engenharia – DPAE.

    “Esse é o primeiro levantamento do tipo feito na região e seu objetivo é compreender melhor a movimentação no entorno do campus”, diz Célio Sztoltz, pesquisador associado do Observatório.

    Através da pesquisa, será possível criar uma base de dados que auxilie na revisão dos trajetos das linhas de ônibus e da localização dos pontos que servem a região – além de ajudar a UFSC a conhecer as preferências e as dificuldades do usuário do transporte coletivo no campus. No trecho da rua Deputado Antônio Edu Vieira, o levantamento irá orientar o dimensionamento e adequação das futuras estações de BRT (Bus Rapid Transit), em um trabalho colaborativo com a Prefeitura de Florianópolis.

    BRT na Grande Florianópolis

    A implantação do BRT na parte continental da Grande Florianópolis está sendo elaborada pelo Governo do Estado. O sistema prevê faixas exclusivas de ônibus e foi recomendado pelo PLAMUS [www.plamus.com.br] como o mais adequado para a região. A primeira etapa a ser construída será de um trecho de sete quilômetros da BR-282 (Via Expressa de Acesso à Florianópolis).

        Levantamento será realizado durante todo o mês de junho. Participação da população é essencial. [Imagem: Divulgação] Contagens e entrevistas

    Entre as atividades da pesquisa estão incluídas contagens e entrevistas. A primeira consiste em computar o número de pedestres e ciclistas que passam por determinados locais no campus. Já as entrevistas estão sendo realizadas nos pontos de ônibus – o questionário é rápido e contém perguntas sobre a origem, o destino e as preferências dos usuários do transporte coletivo.

    Participe da pesquisa! Se um entrevistador te abordar, colabore e deixe sua marca nos projetos de melhorias para Florianópolis!

    Canais:
    www.observatoriodamobilidadeurbana.ufsc.br
    facebook.com/observatoriodamobilidade
    twitter.com/mobilidadeufsc
    flickr.com/observatoriodamobilidade
    observatoriomobilidade@gmail.com

    Assessoria de Comunicação:
    48 3233-6415


  • Lançamento oficial do Observatório da Mobilidade Urbana da UFSC reúne autoridades, comunidade e especialistas

    Publicado em 19/05/2016 às 19:16
    Seminário Neotrans

    Além dos representantes da UFSC, da SUDERF, do COMDES e do IPUF, participaram do lançamento do Observatório da Mobilidade Urbana e das Oficinas cerca de 140 pessoas.

    O lançamento oficial do Observatório da Mobilidade Urbana da UFSC contou com um público de mais de 80 pessoas, no auditório do Espaço Físico Integrado – EFI na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), nesta segunda feira, 16 de maio. O laboratório surge como importante ferramenta para o desenvolvimento da mobilidade urbana na região metropolitana da Grande Florianópolis, em um momento de grandes investimentos na área.

    Estavam presentes representantes da UFSC, das prefeituras da Região Metropolitana da Grande Florianópolis (RMF), da Superintendência de Desenvolvimento da Região Metropolitana da Grande Florianópolis (SUDERF), do Instituto de Planejamento Urbano de Florianópolis (IPUF) e do  Conselho Metropolitano para o Desenvolvimento da Grande Florianópolis (COMDES), entre outros.

    Observatório da Mobilidade Urbana: aberto e participativo

    A criação do Observatório da Mobilidade Urbana é importante elemento na elaboração de um caminho mais sustentável para a mobilidade urbana e a qualidade de vida na região. Sua idealização surgiu durante a execução do PLAMUS – Plano de Mobilidade Urbana Sustentável da Grande Florianópolis – projeto desenvolvido pelo Governo do Estado de Santa Catarina com apoio técnico e financeiro do BNDES, que teve por objetivo promover a melhoria da mobilidade urbana em 13 municípios da região.

    Ao todo, foram dois anos de estudos, levantamentos, análises e proposições que resultaram em um trabalho pioneiro no Brasil. Para dar continuidade às atividades, foi criado um acordo de cooperação com a UFSC, a quem foi incumbida a responsabilidade pela gestão dos dados resultantes das pesquisas e estudos desenvolvidos pelo PLAMUS. O acordo encarregou a Universidade da manutenção, atualização e disseminação dos dados e informações e do modelo de transportes da Região Metropolitana de Florianópolis, permitindo a criação do Observatório da Mobilidade Urbana da UFSC.

    “O Observatório está sendo um grande apoio para a SUDERF. Se não fosse por ele, a gente não teria como assumir ações que estamos planejando. Além do compromisso de discutir a mobilidade urbana de forma aberta e participativa, o Observatório está de fato dando um suporte para o desenvolvimento dessa questão na região metropolitana. Espero que ele sirva de apoio também para outras entidades e que a comunidade o veja como um guardião dos seus interesses.” diz Guilherme Medeiros, coordenador do PLAMUS e engenheiro da SUDERF.

    Seminário NeoTrans

    Gestores públicos, técnicos, membros do corpo docente da Universidade, estudantes e representantes da sociedade civil organizada participaram das palestras e oficinas, esclarecendo dúvidas, expondo
    e debatendo diferentes visões das questões de Mobilidade Urbana.

     

    Lançamento e Seminário

    As atividades do Observatório foram inauguradas logo após o lançamento, no Seminário sobre Integração Metropolitana do Transporte Coletivo, que apresentou estudos e propostas preliminares do Projeto NeoTrans. O NeoTrans é um projeto do Observatório criado para elaborar uma nova estrutura de transporte coletivo para a região metropolitana, além de projetar corredores exclusivos para BRT (Bus Rapid Transit). O NeoTrans está sendo desenvolvido em convênio com a SUDERF e seus resultados deverão orientar a montagem do processo de concessão do transporte coletivo metropolitano. O seminário estendeu-se, na terça feira, 17 de maio, com a realização de oficinas que contaram com a participação de cerca de 60 pessoas. Entre as atividades, estavam apresentações e debates sobre transporte terrestre e aquaviário e sobre a nova rede de transporte público coletivo, sua gestão e remuneração. Uma das questões abordadas foi a comparação entre os modos de transporte indicados para a Grande Florianópolis, com informações do PLAMUS que apontam o BRT como o mais adequado para a região. “O seminário nos permitiu esclarecer questões muito importantes, em particular sobre o papel do ônibus como um elemento estruturante da mobilidade da Região Metropolitana. Através de dados, conseguimos mostrar que o ônibus é a melhor opção e apresentar o novo sistema que estamos elaborando baseado nessa tecnologia”, explica Werner Kraus Jr., coordenador do Observatório da Mobilidade Urbana da UFSC. As atividades do Observatório poderão ser acompanhadas pelos canais nas redes sociais e pelo site – onde serão divulgados os estudos, propostas e pesquisas do projeto. Também as apresentações e dados oferecidos ao longo das palestras e oficinas estão disponíveis na Biblioteca virtual do Observatório.

    Biblioteca do Observatório: Baixe as apresentações realizadas neste evento, em versão PDF

    Canais:
    www.observatoriodamobilidadeurbana.ufsc.br
    www.facebook.com/observatoriodamobilidade
    www.twitter.com/mobilidadeufsc
    www.flickr.com/observatoriodamobilidade
    observatoriomobilidade@gmail.com
    Assessoria de Comunicação:
    48 3233-6415

  • Observatório da Mobilidade Urbana da UFSC será lançado oficialmente durante Seminário

    Publicado em 12/05/2016 às 21:34

    No dia 16 de maio, será o lançamento oficial do Observatório da Mobilidade Urbana da UFSC. Durante o evento, estarão presentes representantes das prefeituras da Região Metropolitana da Grande Florianópolis (RMF) e da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), além de membros da Superintendência de Desenvolvimento da Região Metropolitana da Grande Florianópolis (SUDERF), do Instituto de Planejamento Urbano de Florianópolis (IPUF) e da Federação das Associações de Moradores de Santa Catarina (FAMESC).

    “O Observatório nasceu para contribuir com políticas públicas na área de mobilidade urbana, através da promoção de estudos, pesquisas, debates e da elaboração de projetos sobre o tema. Nosso objetivo é promover melhores práticas em mobilidade urbana ao interagirmos com a sociedade civil, gestores públicos nos três níveis de governo, institutos e grupos de pesquisa, e organizações não governamentais”, afirma Werner Kraus, professor do Departamento de Automação e Sistemas [DAS-UFSC] e coordenador do Observatório.

    O lançamento será seguido do Seminário “NeoTrans – Integração Metropolitana do Transporte Coletivo: Oportunidades e Desafios na Grande Florianópolis”, com programação que inclui apresentações e debate sobre Transporte Aquaviário. As atividades se estendem durante o dia seguinte com oficinas de trabalho sobre a nova rede de transporte público coletivo, sua gestão e remuneração. As propostas do NeoTrans serão formuladas a partir das diretrizes gerais recomendadas pelo PLAMUS – Plano de Mobilidade Urbana Sustentável da Grande Florianópolis.

    O NeoTrans é um projeto criado para elaborar uma nova estrutura de transporte coletivo para a RMF, além de projetar corredores exclusivos para BRT (Bus Rapid Transit). “O NeoTrans está sendo desenvolvido em convênio com a SUDERF e seus resultados deverão orientar a montagem do processo de concessão do transporte coletivo metropolitano”, complementa Werner Kraus.

     

    SEMINÁRIO NeoTrans

    INTEGRAÇÃO METROPOLITANA DO TRANSPORTE COLETIVO

    Oportunidades e Desafios na Grande Florianópolis

    Programação:

    16 de maio de 2016 – Segunda-feira

    17:00 – 18:00  –  Lançamento do Observatório de Mobilidade Urbana UFSC

    19:00 – 21:30  –  Apresentações e Debate – Transporte Terrestre e Aquaviário

    17 de maio de 2016 – Terça-feira

    14:00 – 16:00  –  Oficina de Trabalho Parte I – Nova Rede de Transporte Coletivo Metropolitano

    16:00 – 16:15  –  Intervalo

    16:15 – 18:00  –  Oficina de Trabalho Parte II – Gestão e Remuneração do Sistema

    Inscrições gratuitas: www.goo.gl/bKDkD8

     

    Perguntas frequentes [FAQ]

    1– Qual a missão do Observatório da Mobilidade Urbana UFSC?

    Observatório da Mobilidade Urbana da UFSC é uma entidade aberta à participação de professores, técnicos e estudantes interessados em temas relacionados à mobilidade. O Observatório surgiu a partir do envolvimento de equipe da UFSC no projeto PLAMUS, desenvolvido em 2014/2015, cujos resultados geraram diagnósticos e diretrizes sobre a estrutura da mobilidade na região metropolitana da Grande Florianópolis (RMF).

    Assim, a primeira missão do Observatório é acompanhar a evolução das políticas públicas na RMF (Região Metropolitana de Florianópolis) na área de mobilidade, à luz do acervo de resultados do PLAMUS.  Porém, tal compromisso implica em uma missão maior: a promoção e atualização de estudos/pesquisas, debates e projetos sobre o tema da mobilidade urbana, com visão abrangente e referenciada nas melhores experiências locais, nacionais e mundiais no setor.

    2- Com quem ele interage?

    O Observatório interage com entidades da sociedade civil, gestores públicos nos três níveis de governo, institutos e grupos de pesquisa, e organizações não governamentais de promoção de melhores práticas em mobilidade urbana.

    3- Há ações práticas em vista?

    As ações ora em desenvolvimento são a manutenção do acervo do PLAMUS no que se refere ao modelo computacional dos sistemas de mobilidade da RMF e a execução do projeto NeoTrans, além da promoção de eventos para participação social na questão da mobilidade.

    4– O que é o projeto NeoTrans? 

    O projeto NeoTrans organiza-se a partir do desenvolvimento de uma nova estrutura de transporte coletivo para a RMF e da concepção de corredores exclusivos para ônibus com tratamento de nível – BRT (Bus Rapit Transit). O sistema BRT é composto por estações com plataformas elevadas e pagamento antecipado, veículos mais modernos e espaçosos e operação com rede alimentadora dos corredores. Planejamos o uso de novos corredores na região continental bem como o corredor do Anel Viário Central projetado pela Prefeitura Municipal de Florianópolis.

    O NeoTrans está sendo desenvolvido em convênio com a Superintendência de Desenvolvimento da Região Metropolitana de Florianópolis (SUDERF), e seus resultados deverão orientar a montagem do processo de concessão do transporte coletivo metropolitano.

    Canais:
    www.facebook.com/observatoriodamobilidade
    www.twitter.com/mobilidadeufsc
    www.flickr.com/observatoriodamobilidade
    www.youtube.com/channel/UCLyXcO9UrVmge5DHvgcmD9Q
    observatoriomobilidade@gmail.com